09 novembro 2006

espantalha

a julgar pela participação de Yeda Cruuuuusius no programa do Jô Soares, os gaúchos terão quatro anos de boas risadas. para a sábia embaixatriz da cultura dos pampas, pantalha é uma parte da indumentária gaudéria. tu vê. e eu que achava que fosse a mulher do pantalho. piu piu.

13 comentários:

Sean Hagen disse...

*

ele se separaram, não sabia?
ela agora é expantalha.
tadinha, fico imaginando ela chegando na padaria, ex-pantalha que é, pedindo: "O seu joão, dá-me um cacetão".
não gostaria de ficar no lugar pra ouvir a resposta.


*

marcia disse...

e o seu João responderia: se queres com manteiga, tenho um aqui que te faço de graça.

Rosamaria disse...

eu pago pouco e me divirto!!!! Vcs são demais!!!


vai ter muuuita diversão pela frente, hehehe

bjs procês.

ederson disse...

Ah, não, ele aplicou novamente seu questionário lingüístico? Jô Soares é patético. Perguntou também o que é cacetinho e contou uma piada infame? Ele precisa de um choque de gestão.

Leonardo disse...

Tá bom, agora traduza pro burro aqui que estou com muita preguiça de pesquisar ou olhar no dicionário. Qual é o lance da tal "pantalha"?? Sei que pantalla em español é tela. Sei que pantalona é uma calça, inclusive em Inglês tem o pants... mas qual é o barato da pantalha, da mulher do pantalho... Ou será que este blog aqui é escrito só prá sulista????

Beijo grande, neném!

marcia disse...

Rosinha, tem alguém desviando a grana no meio do caminho, pois eu nunca recebi nadinha. :(

Ederson, é a velha máxima do Barão de Itararé, que eu sempre uso: "de onde menos se espera, daí mesmo é que não sai nada".

Little lion, pantalha é só aquela coisinha que vai no abajur, cercando a lâmpada. apenas isso. agora... o barato da pantalha e do pantalho, isso eu não posso dizer num blog de criança como este.

Graziana disse...

acho que teremos muito o que falar sobre a governadora ... ela começou cedo...

Sean Hagen disse...

*


Ederson,

faz 20 anos que o Jô faz a mesam pegunta: o que pantalha, cacetinho e lomba.
é por isso que ele deve ser ignorado.
gente patética não merece perdão.


*

Leonardo disse...

taí! we learn as we go by...

pilgerowski disse...

Sérgio Faraco, no conto 'A lua com sede': "Ele andava de um lado para outro, abanando-se com uma pantalha, e a cada tanto ia olhar o velho poço do sobrado."

Ora, se o Faraco pode falar em pantalha, porque não a Yeda?

marcia disse...

oi, Pilgerowski. bem-vindo. :)
pantalha é um tipo de leque, sim.
mas não é uma expressão gaúcha, pelo menos até onde sei.

Anônimo disse...

Estou com saudade.
R.

Suely disse...

Marcícula, pode explicar a do pantalho e da pantalha porque as crianças de hoje em dia já estão todas sabendo, só quem bóia nessa vida de meudeus é a velharia

Ah, sim - se o Jô conseguisse variar perguntaria o que a governadora acha do bidê. Como imigrante que sou, já quase toquei um marceneiro pela porta de casa afora quando ele comentou a falta de um bidezão bacana ao lado da minha cama. Pois é, o grande problema desta vida é o quase.