29 dezembro 2006

leve-me ao seu líder

eu acho que a gente precisa compreender certas coisas. viver em uma democracia, quando se tem um espírito ditatorial, é uma coisa que dói muito. Hugo Tchááávez, um ser sensível que sofre com esta contradição terrível todos os dias, tomou uma decisão que vai doer mais nele do que nos outros: vai fechar a principal emissora de TV comercial da Venezuela, no ar há 53 anos. você sabe: é um canal de oposição, e é preciso dar o exemplo para os outros canais. Hugo Tchááávez está apenas sendo pedagógico para um povo que precisa muito de educação.

leio na Folha de São Paulo (para assinantes) que a concessão pública da RCTV acaba em março. Tchááávez, vestido de militar em uma cerimônia militar, disse: “é melhor que vá preparando as suas malas e veja o que vai fazer a partir de março, pois não haverá nova concessão para esse canal golpista que se chamou Radio Caracas Televisión. a medida já está redigida, de forma que vão se preparando, vão desligando os equipamentos”. viu só que consciência social? deu até aviso prévio.

eu acho este tipo de coisa super legal e vou defender até a morte (ups) o direito de um líder governar seu povo. se eu tivesse poder, no meu mundo também seria assim. falou mal de mim? costura a boca do vivente. esculachou os meus miguxos? arranca a língua do desaforado. escreveu alguma coisa que me incomoda? tira fora a mão da criatura. tá preparando um golpe? masmorra nele. pensou algo que me desagrada? seis meses sem ver os Simpsons. ora.

3 comentários:

Sean Hagen disse...

*


tchavito é bonzinho para com os seus, ora - parentes, amigos e a elite que o apoia.

não é justo você querer que logo agora ele perca o sonho de se tornar governante perpétuo.

e se essa tevezinha de merda tá atrapalhando, sumam com ela.

e cortem as cabeças!



*

Leonardo disse...

anhammm...

Rosamaria disse...

credinhu, pinta! eu que não queria viver no teu mundo! às vezes digo coisas sem pensar e aí...pobre da minha linguinha, ia fazer companhia ao tio Alfredo!

piuzinhu.