09 dezembro 2007

seus pobremas acabaram


Fernando Gonsales

10 comentários:

Carlos Eduardo Carrion disse...

Quando eu era guri, tinha um amigo meu, que por motivos óbvios era chamado de Beiço.
Naquele tempo, no andar térreo do Hotel Uruguay-Brazil em Rivera ficava o restaurante, com janelas para a Sarandi. Janelas estas baixas,na altura da mesa.
Uma das diversões nossas e do Beiço (classe média alta, fazendeiro, ótimo nível cultural), era se grudar numa janela onde tivesse uma pessoa, ou no máximo um casal jantando. Fazia um ar de infeliz famélico,chegando a babar.
Não me lembro de um que tenha conseguido levar a sua janta até o final.
:-)) (porque não era eu quem estava jantando)
Hehehe! Hoje sou o primeirão a fazer um comentário da Márcia, uhuh!

venuss disse...

esse cachorro deveria ser patenteado pela Pfizer, Roche ou qualquer outro laboratório e vendido sem receita.

Maroto disse...

taí uma aplicação para a qual cachorro é melhor do que gato! Melhor ainda é urubu - se bem que um urubuzão pouxado no espaldar da cadeira da frente de olho no teu prato deve querer dizer que você levou a dieta longe demais

Carmencita Mahadevi - geleiairreal.wordpress.com disse...

Estou há quase 12 horas sem comer. Quase desmaiando por causa de uma examezinho de sangue. Se eu ficar tonta no laboratório, faço um escândalo. Sempre me trazem bolachinha.
Delí-sssssssssssss-cia!

Lu disse...

ótima dica de dieta... heheheeh

Reges.ts disse...

eu não tenho cachorro e sempre fecho a cortina na hora das refeições.

Sean Hagen disse...

*



eu posso fazer às vezes do cachorro.
alguem se abilita?




*

Rosamaria disse...

que cou-sa! ele quer tua prima.

Nei disse...

É a famosa "cara de perro". Costumávamos apostar algo "cara de perro". Ou seja, o ganhador tinha direito a comer um doce com o adversário derrotado olhando com a cara do cachorro pidão.

maristela disse...

Meus bebês não fazem isso. Têm educação britânica (hahahaha)
bj