16 fevereiro 2008

papel



isto é papel. delicado, insinuante, promissor, criativo papel. obra da escultora norte-americana Kirsten Hassenfeld, que está em exposição na Galeria Bellwether, em Nova York. dica do Obvious, blog de arte e design que sempre visito.

3 comentários:

Sean Hagen disse...

*



já começou a fazer os teus?




*

Maroto disse...

quando eu ainda era uma urubuazinha de penas moles, adorava dobrar várias vezes folhas de papel para fazer cortinhos e depois abrir. Pura mágica! A minha avó ficava furiosa com o desperdício de papel e tive que parar... tivesse meu ovinho caído num ninho mais tolerante, quem sabe eu descobria um talento como o dessa Kirsten, né?
Tá, eu sei, só deixa eu me enganar um pouco e botar a culpa na vó que depois eu prometo que caio na real de novo.

Anônimo disse...

E se oferecesse, não seria demitido.
Confira:
http://conjur.estadao.com.br/static/text/64161,1