09 agosto 2007

a elite bacana

se você ainda não viu como é refinada e culta a nossa elite, veja aqui. observe a elegância de vocabulário e como são brilhantemente empregados os conhecimentos da língua de Rimbaud. sinta como o tédio pode ser divertido. perceba como são exaustivamente criativos os donos da grana do nosso país, os caras que saem na Caras.

22 comentários:

ederson disse...

ai, vou citar uma pessoa que escreveu lá no Youtube:

"Elite brasileira"

Por que vcs tem de mencionar o fato de eles serem ricos?

Por que vcs tem que transformar isso numa luta de classes?

Por que não criticam somente o comportamente destas pessoas? O que tem a ver a riqueza delas com a falta de educação e civilidade?

Será que eles são ricos porém mal educados e vocês são pobres e invejosos só esperando por um deslise pra cair matando?


pois é, só tem rico jogando porque pobre não mora em apartamento. mas pode ir ver ali em qualquer bairro pobre, o que as pessoas fazem com o lixo, por exemplo. Jogam pela janela, no campo ao lado, na beira do rio, acham lindo ver os ratos juntando-se e as moscas em aglomerações que depois vão pousar nos filhos deles. são mais bonitinhos pq ganham salário mínimo ou arrastam carrinho de papel reciclado?

Esteja presente na Rua da Praia após um show da Rádio Farroupilha no Gasômetro. As pessoas - pobres - vêm derrubando latas de lixo, chutando portas, quebrando garrafas, arrancando pedaços de orelhões...

sim, sou quase um Democrata.

marcia disse...

EDERSON,
infelizmente, a falta de educação das pessoas independe de classe social. a falta de cuidado com o espaço público e com o espaço do outro muito me incomodam. me irrita o cara que coloca o som alto (que eu não quero ouvir), que joga cigarro no chão (onde vou pisar), que atira latas e até garrafas pela janela de seu carro. fazem isso pessoas de todas as classes.

mas um Chateaubriand tem acesso às melhores escolas. pode viajar e conhecer o mundo. pode ler, pode ir ao cinema. tem acesso à informação. não está limitado, por força da vida, a um ambiente que lhe nega as condições reais, concretas, de ser uma pessoa mais educada.

eu exijo, sim, em termos de comportamento social, mais de um Chateaubriand do que de um cara que arrasta um carrinho de papel reciclado pela rua.

Sean Hagen disse...

*




can$ei, xuxu.
Can$ei mesmo.
quero ser elite.
quero ser rico.
quero saber como é estar acima do bem e do mal.
poder tudo, não me preocupar com nada.
eu quero ser boninho chateaubriand johannpeter-gerdau.



só lembrando, Ederson, que comportamento de massa é algo estudado com minúcia. a massa tem vontade, forma e direcionamento próprio. ricos e pobres se transformam quando em massa. fazem coisas inacreditáveis.




*

MC disse...

fiquei boba de ver o vídeo. vi o 1 também e a risada daquela menina que irritou de tal forma!! aaaahhh!
eu queria entender o que se passa na cabeça de gente assim. não tem a mínima graça ficar tacando ovo no carro dos outros. é sério, como pode uma pessoa se divertir com a degradação alheia? jogar ovo numa pessoa que não faz absolutamente nada pra você, que é um completo desconhecido? meu deus, o que é isso? não justifica nem jogar ovo em que te fez mal, pois de nada vai adiantar. eu realmente não entendo o que uma pessoa dessas pensa e sente. deve ser muita raiva enrustida, muita frustração, muito recalque. não é possível!

Maroto disse...

eu confesso que essa história me dá engulhos - como é que a pessoa declara (Narcisa) e prova (guris) no YouTube que joga seja-lá-o-que-for pela janela e fica por isso mesmo? Não é crime? Claro que é, o Brasil tem tanta lei, umas enroladas nas outras, alguma tem que servir pra dar pelo menos uma bela multa nesses caras. Uma graninha boa pra comprar uns carrinhos novos pra polícia do Rio já era alguma coisa.

em tempo: rico mal-educado e pobre mal-educado sempre existiram. O que não existia era o vídeo digital e o YouTube.

Maroto disse...

ah, antes que digam digo eu, pois faltou mesmo: antigamente parecia que as pessoas tinham menos orgulho da própria ignorância, isso lá é bem verdade.

marcia disse...

XUXU,
fico feliz de saber que vc não quer ser Narcisa. :P

MC,
eu também queria entender. mas acho que entendo. é uma espécie de sociopatia: o outro não existe.

MAROTO,
vc tocou num ponto essencial. agora algumas pessoas têm orgulho da própria ignorância. têm orgulho da falta de caráter. bem isso.

Maitê disse...

Eu tive vontade de vomitar quando vi esses dias. Parece que estão acima do bem e do mal. Uma pessoa que tem tempo pra ficar jogando ovos nos outros deve ser muitooooo ocupada...
Abs

marcia disse...

MAITÊ,
sem contar que são ovos, né?
puxa, ovinhos. :(

Arnaldo disse...

Essa gente se acha o máximo! É foda!

Acho que não tem mais jeito. Fico cada vez mais desesperançoso da humanidade. Deve ser a idade avançada.

Sean Hagen disse...

*



XUXU, pra ganhar um johannpeter-gerdau no sobrenome, eu seria até a dercy gonçalves.




*

Clélia Riquino disse...

Pinta,

Mudando de assunto: ganhei "Fragmentos de um discurso amoroso" de presente, ontem, do Arnaldo e da Cecília. Adorei! 'Tô louca pra lê-lo, mas não posso abandonar o Scliar... Tentarei conciliar a leitura dos 2!

bjo,
Clé

Rosamaria disse...

eu me tapo de nojo!!!

a maroto disse tudo, isso sempre existiu, só que não tinha YouTube.

até a Dercy, bunutinhu???

Laurinha disse...

Jah ouviu o novo hit do youtube?

Chama-se "Classe Media":
http://www.youtube.com/watch?v=KfTovA3qGCs

Débora Elman disse...

Fiquei sem um gluzinho pra falar tamanha tonteria do ato.

Débora Elman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sueli halfen ( POA) disse...

Sean...pra esse ter esse sobrenome tu terias que ser equino!!!!!!

não é o teu caso.nem o meu!

Pessoas,nem pensar!

sueli halfen ( POA) disse...

marcinha... acho eu,né,que se deveria dar uma notinha de 2 frases e só!

a GENTE ALIMENTA ESSES OVOS COM EXPLICAÇÕES LONGAS E INÓCUAS! ACHO EU,NÉ?

QUANDO SE FALA DO POSITIVO,aparece demais o NEGATIVO,tudo que eu não quero.

A Cultura é bipolar...

EU NÃO QUERO SER BIPOLAR,QUERO O MEIO TERMO!

bjs na alma su

raquel disse...

Adoro quando tu és irônica. :-)

Eu tinha um amigo que costumava jogar papel higienico molhado no carros, da janela do apartamento. Ah é, e ele tinha 10 anos. :P

Ana disse...

Tu não devias andar olhando estes filmes!!

Afinal... és apenas uma Pintinha!!

:P

LU K. disse...

Poxa vida...
lamentável...
Meu primo atirava de arma de pressão da sacada quando tinha 15 anos. E ainda assim era escondido!!!!

Penkala disse...

O QUE VOCÊ SENTIU DURANTE O MINUTO DE SILÊNCIO DE HOJE ÀS 13H?

(eu senti fome)