29 dezembro 2008

meme

a Laura me passou este meme. como eu adoro estas galinhagens, lá vai.

Livro/autor que marcou sua infância:

Meu pé de laranja lima, de José Mauro de Vasconcelos.
O menino do dedo verde, de Maurice Druon.
e todos os contos de fadas. eu tinha uma coleção completa que depois se perdeu.

Livro/autor que marcou sua adolescência:

Fernão Capelo Gaivota e Longe é um lugar que não existe, ambos de Richard Bach. livrinhos cheios de mensagens edificantes. ainda bem que a gente cresce.

Autor que mais admira:

ah, muitos. Anaïs Nin, Arthur Conan Doyle, Henry James, Edgar Alan Poe, Georges Simenon, William Shakespeare, Raymond Chandler, Paul Auster, Virginia Woolf. e muitos mais.

Autor contemporâneo:

Philip Roth e Gonçalo Tavares.

Leu e não gostou:

O nome da rosa, do Umberto Eco.
Cem anos de solidão, do Gabriel García Márquez.
Estorvo, do Chico Buarque.

Lê e relê:

Alice no país das maravilhas, de Lewis Carroll.
todos do Paulo Leminski.
todos do Manoel de Barros.

Manias:

se o livro é muito-muito-muito bom, fico economizando a leitura no final. não quero me separar dele.

passo para quem quiser responder. memear é preciso.

10 comentários:

Ederson Nunes disse...

não gostou de Cem anos de solidão? é um dos meus preferidos. ou era, quando eu li, agora nem me lembro mais.
eu nem tenho mais o Obnubilado, senão ia responder esse meme também...

Marcia disse...

pois é, seu Ederson. eu sou uma viúva do Obnubilado. :(

laurastorch disse...

pois eh, ainda vou ter que ler esses clássicos de infancia... o menino do dedo verde está na minha lista de compras, hauiahuaiah.!

Daniela disse...

Meu pé de laranja lima foi o primeiro livro de verdade que eu li.

Arnaldo disse...

Cem Anos de Solidão é um livro que sempre releio, eu que não gosto de reler. Li aos 20, aos 30 e aos 40. Acabou virando um ritual. Estou torcendo pra chegar aos 50 e lê-lo novamente. Cada releitura, uma sensação diferente, sempre boa.

Marcia disse...

Laura, deixa de ser criança. :P

Daniela, eu lembro até hoje da "cena" do pé cortado, e o português cuidando do garoto. e de quando o português morreu. mas eu fui uma criança boba. eu chorava quando prendiam o Pinóquio na jaulinha.

Arnaldo, levei muito tempo para reconhecer que eu não tinha gostado de Cem anos. era algo inadmissível, pra mim...

Rosamaria disse...

Pintinha
Vim desejar um Feliz Ano Novo com muita festa e menos trabalho, muita saúde e amor.

Também não gostei do Cem anos de solidão. Me perdi com os nomes. Quem sabe eu tento de novo algum dia.

Bjim, cosquirídia.

Appetite for downloads! disse...

Os meus preferidos foram respectivamente On the Road de J. Kerouak, O estrangeiro de Camus, O sofriemntos do Jovem Werther de Goethe e O pricipe de Maquiavel.

Aline disse...

Feliz 2009, pinta sapeca. Tudo de muito bom... beijos da Aline

Daniela disse...

Marcia,

Eu chorei quando li "o meu pé..." a primeira vez, com 7 anos, e depois dos 20, quando li de novo...

Bem, mas eu continuo chorando em propaganda de margarina...