07 junho 2009

píu-lulas de vexame

então estamos lá, fazendo o check-out no hotel. e se estabelece o seguinte diálogo com a mocinha no balcão:

- tem xis disso, xis daquilo. e 2,50 da caixa de torresmo.
- do quê?
- 2 e 50 da caixa de torresmo.
- mas nós não comemos!!!

só vejo a Cláudia Lago me olhando como se eu fosse um E.T. e a mocinha diz:

- não comeram o quê?
- a caixa de torresmo.
- ah, não. são 2 e 50 da taxa de turismo.
- ...

e o chão não se abriu. sempre que eu preciso, ele não abre.

11 comentários:

Caco disse...

Caixa de torresmos!! hahahahahahahaha
Muito, muito engraçado! Super natural encontrar esse tipo de iguaria num hotel, néam?

Luciano disse...

Pelo amor de Deus, o que é isto! ahahah. Muito divertido. Sei de uma história próxima de um tio que ao ser perguntando no escuro do cinema se queria chocolate, questiona se é em pó!!
Agora, torresmo em caixinha num hotel...

Marcia disse...

tá, tá.
pintinha surda.
mas assim, né. o hotel era em Belo Horizonte, e passei diiiias ouvindo a palavra "torresmo".

:D

Claudia disse...

Se fosse só a caixa de torresmo... E o cemitério que chamava Bosque da Esperança (de quê, pergunto eu?) e a pinta entendeu bo$%# da esperança...

Marcia disse...

ó.
pra mim fazia todo sentido um cemitério se chamar "Bosta da Esperança".
todo.

clarissa disse...

tu tem razão, marcia. muitas elucubrações para bosta da esperança. esperança de bosta, já que o ENTE querido morreu, bosta = adubo... ok, chega, chega.
mas torresmo não dá.

Josi disse...

pa-ra-béns pinta.... essa foi demais!! Fez eu lembrar da história da "cova perpétua" das minhas tias, hahahaah

Marcia disse...

josi, ninguém bate a cova perpéééuu-tua das tuas tias.

Demétrio de Azeredo Soster disse...

"toda a gente que conheço e que fala comigo nunca teve um ato rídiculo, nunca sofreu enxovalho, nunca foi senão príncepe - todos eles, príncepes na vida." f.p.

Marcia disse...

demétrio, eu sou essa aí que o fernando pessoa tava irnonizando.
sou a rainha do vexame, do mico, do "hããã???".

Ioney disse...

Rarrarrarrarrá!